PROJETOS

Montagem da nova linha de fabricação de cimento da unidade da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN)

O projeto teve como objetivo a montagem da nova linha de fabricação de cimento da unidade da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), localizada em Arcos – MG, a 214 quilômetros da cidade de Belo Horizonte – MG.

Este projeto, denominado Arcos II, envolveu os principais equipamentos:

Britador de calcário Hazemag com capacidade de 1.800 toneladas por hora
Moinho vertical de Cru da Loesche com capacidade de 570 toneladas por hora
Moinho vertical de coque da Loesche com capacidade de 35 toneladas por hora
Torre de ciclones dupla com 6 estágios altura total de 116,1 metros
Forno de clínquer com capacidade de 6.500 toneladas por dia
Silo de clínquer com capacidade para estocagem de 97.680 toneladas
Dois Moinhos de cimento verticais da Loesche com capacidade de 161 toneladas por hora cada
Duas ensacadeiras e paletizadoras Haver com capacidade de 4.200 sacos por hora cada

A modalidade contratual foi de empreitada integral a preço global, sendo os serviços contratados para a Fase 1: moagens e expedição de cimento, e Fase 2, demais áreas da Unidade. Com responsabilidade da Tecnomont os serviços para montagem eletromecânica foram incluídos a fabricação de estruturas metálicas, fabricação da caldeiraria, fornecimento de materiais e equipamentos, e a prestação de serviços complementares.

Compõem o projeto as seguintes áreas, assim denominadas:

Área 210 e 211 – britagem e transporte de aditivos
Área 215 – pátio de pré-homogeneização
Área 216 – estocagem de aditivos
Área 220 – moagem de cru
Área 225 – silo de homogeneização
Área 230 – torre de pré-calcinação
Área 231 – forno rotativo
Área 232 – resfriamento de clínquer
Área 235 – despoeiramento de gás quente
Área 240 – transporte de clínquer
Área 241 – estocagem em pátio e retomada/transporte de aditivos de cimento
Área 245 – estocagem, dosagem e transporte de clínquer/aditivos, moagem e transporte de cimento
Área 246 – estocagem, dosagem e transporte de clínquer/aditivos, moagem e transporte de cimento
Área 249 – gerador de gás quente e periféricos (SGQ)
Área 250 – silo de cimento (até o topo do silo)
Áreas 251 e 252 – sistemas de ensacagem, paletização e expedição rodoviária e ferroviária de cimento
Área 254 – estocagem e descarga rodoviária de pet-coque
Área 255 – moagem de pet-coque
Área 256 – fornecimento de combustível
Área 257 – revestimento refratário e isolamento térmico
Área 285 – fornecimento de água para refrigeração
Área 286 – sistema de geração e distribuição de ar comprimido (até o topo do silo)
Área 290 – equipamentos elétricos (subestação das áreas 241 e 245)

RESUMO DO ESCOPO DA DISCIPLINA MECÂNICA

a) Montagem de equipamentos e estruturas metálicas fornecidos pela CSN (equipamentos principais, tais como, britadores, moinhos verticais, filtros de processo, elevadores de caçamba, torre de ciclones, forno rotativo, resfriador, transportadores de correia e de caçamba, sistema de ensacagem e expedição, etc.)
b) Serviços de engenharia para o detalhamento das fabricações das estruturas metálicas e caldeirarias.
c) Fornecimento de equipamentos e materiais mecânicos
d) Fabricação de estruturas metálicas
e) Fabricação de caldeirarias
f) Construção de bases civis
g) Montagem das estruturas metálicas e caldeirarias de fabricação própria
h) Serviços de topografia necessários à execução da obra
i) Serviços de isolamento térmico
j) Ensaios e testes não destrutivos
k) Serviços de lubrificação, análise de vibração, e liberação para operação de todos os equipamentos
l) Comissionamento com/sem carga, start up e operação assistida
m) Projeto, fornecimento, montagem e aprovação junto aos órgãos competentes do sistema de prevenção e combate ao incêndio

RESUMO DO ESCOPO DA DISCIPLINA ELÉTRICA

a) Montagem de equipamentos fornecidos pela CSN (transformadores de distribuição e comando, quadros de distribuição de MT e BT, resistores de aterramento, CCM, banco de capacitores, nobreaks, QDC, QDCAS, sistema de pressurização das salas
b) Fornecimento de materiais e serviços de terceiros
c) Montagem de equipamentos fornecidos
d) Projeto básico e detalhado de SPCI das subestações
e) Identificação dos tags dos equipamentos
f) Comissionamento com/sem carga, start up e operação assistida

Quer conhecer algumas dessas soluções?

ENTRE CONTATO

Data inicio

-

01/11/13

Data fim

-

10/10/16

Local

-

ARCOS - MG